Foto Sousa

Zona de identificação

tipo de entidade

Entidade coletiva

Forma autorizada do nome

Foto Sousa

Forma(s) paralela(s) de nome

Forma normalizada do nome de acordo com outras regras

Outra(s) forma(s) do nome

identificadores para entidades coletivas

área de descrição

datas de existência

1911-2000

história

A Foto Sousa foi a primeira casa de fotografia a funcionar no concelho. Fundada em 1911, por Augusto Tavares de Sousa, inicialmente designou o estúdio por A. Tavares de Sousa - Fotógrafo. Provavelmente, em 1926 mudou de instalações e passou a denominá-lo por Foto Progresso, mantendo-se esta designação até 1933. Nesse ano modifica, novamente, o nome do estúdio - Foto Sousa - e transfere as suas instalações para o lugar de Moradal, freguesia de Vila Chã.
Para além de Augusto Tavares de Sousa, trabalharam nesta casa de fotografia os seus filhos Manuel Tavares de Sousa e Alberto Tavares de Sousa. O primeiro, após aprender a arte e ter percorrido alguns estúdios, optou por abrir um no concelho - Foto Central . O segundo, após a morte de seu pai, em 1943, adquiriu a parte que correspondia a seus irmãos e ficou proprietário do estúdio. Na década de 1990 o seu trabalho cingiu-se, praticamente, à produção de fotografias, feitas a partir de negativos que já possuía. Não obstante manteve a sua actividade até ao ano de 2000, ano em que faleceu.

O espólio da Foto Sousa é composto por cerca de 124.349 espécies fotográficas, equipamento fotográfico, álbuns e livros de registo.

Locais

status legal

funções, ocupações e atividades

Mandatos/Fontes de autoridade

Estruturas internas/genealogia

contexto geral

Área de relacionamento

Zona do controlo

Identificador do registo de autoridade

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Estatuto

Nível de detalhe

Datas de criação, revisão ou eliminação

Línguas e escritas

Script(s)

Fontes

Notas de manutenção